Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Fedora’

Para remover um Kernel antigo do Fedora via Terminal (Konsole), é muito simples, pois basta executar dois passos:

1- Verificar quais Kernel estão instalados:

– digite no Terminal: $ yum info kernel
Este comando vai mostar que kernels estào instalados no seu sistema, deve ser algo como: kernel-versão (ex: kernel3.3.4-5.fc17)

2- Removendo o kernal antigo:
– digite no Terminal o comando: $ sudo yum remove kernel-versão (substitua “versão” pelo número anotado anteriormente).

Rápido e tranquilo. O grub será atualizado automaticamente com este comando.

inté!

 

Anúncios

Read Full Post »

Oi pessoALL!

É isso mesmo… estou usando o Fedora 17 como meu sistema operacional principal. Quem me conhece sabe que sou fã do openSUSE, mas tive alguns problemas em relação ao uso do pendrive, na verdade as vezes não conseguia ter permissão necessária para usar um pendrive e tinha que recorrer ao modo texto, então, isso me levou a experimentar outras distros.

 

A primeira foi o Kubuntu 12.04, muito boa por sinal e na minha opinião mais agradável de usar do que o Ubuntu. Embora o Kubuntu seja ótimo, eu quis experimentar outras. Instalei o Mageia 2.0, que gostei, mas no início do uso achei ele meio lento para efetuar as configurações iniciais, pois demorava muito para abrir as janelas, em seguida, instalei o Fedora 17.

 

sempre tive vontade de usar o Fedora, mas não me sentia pronto para ele. Nos testes em Livecd através de um pendrive, o sistema sempre se mostrou rápido e bonito, então, resolvi instalar.

 

A instalação foi tranquila e rápida e no final, o sistema se mostra bonito, leve e estável. Instalei diversos pacotes de programas que costumo usar (Gimp 2.8, inkscape, filezilla, apache, mysql, k3b, smplayer, traverso, audacity, acetoneiso2, thunderbird, firefox, libreoffice, wine com word, excel, powerpoint, virtualdj e outros), ou seja, até agora tudo que precisei foi fácil de encontrar nos repositórios. A única coisa que achei desnecessário no sistema foi de ele vir com o Calligra Office no lugar do LibreOffice que na minha opinião está muito à frente do Calligra.

Resumindo, eu estou usando o sistema há uma semana e estou gostando bastante..Estou aprendendo muita coisa, pois não conhecia o Fedora e o costume de ter tudo a mão através do Yast do openSUSE ou MCC do Mageia/ Mandriva, nos acostuma mal. Aliás se o Fedora tivesse um Centro de Controle similar ficaria nota 11. O script EasyLife disponibilizado na página do Projeto Fedoraé uma mão na roda para usuários iniciantes e acho que até avançado, pois facilita muito a instalação de muitos aplicativos e certas configurações do sistema.
Por enquanto sou só amores com o Fedora 17 e espero que este namoro dure. Depois sereimais detalhista em outro post.
Vamos falar sobre o Fedora??
Um abraço!

 

Read Full Post »

Quem me conhece sabe que eu adoro fazer testes com distribuições Linux e desta vez foi com o Fedora 11 Leônidas.

Confesso que instalei o fedora com um pouco e receio por nunca ter usado, mas na verdade o que vi foi uma distro muito estável e rápida.

A aparência incial do KDE 4 no fedora foi a mais bonita que já vi. E tudo funcionou certinho. Tive alguns pequenos problemas em meu notebook Toshiba A-135 com o teclado mas com algumas buscas no google consegui resolver. também tive que pesquisar para ativar a aceleração 3D, mas foi só incluir uma linha no arquivo de vídeo que tive uma surpresa incrível com o desempenho alcançado! ficou muito rápido o vídeo, com um desempenho que nunca havia visto (depois posto esta dica).

A única coisa coisa que me incomodou um pouco foi a instalação de pacotes. Um número de pacotes disponíveis pelo gerenciador que não é tão grande, mas que na verdade acho que pode atender a maioria dos usuários. Também achei o gerenciador meio confuso se comparado ao Yast. No começo fiquei com algumas dúvdas para saber que pacotes estão instalados ou não, mas com um pouco de boa vontade isso foi tranquilo de resolver.

Um grande mão na roda foi a instalação do easy life que é um instalador e configurador desenvolvido pelo DULI que facilita e muito a instalação dos principais codecs e configurações iniciais do seu Fedora, tanto para usuários  inciantes quanto para os avançados.

Outro ponto forte que encontrei no uso do Fedora foi a comunidade. Muito participante e que realmente gosta de se ajudar. Postei algumas dúvidas nos fóruns do Projeto Fedora e da Comunidade e fui muito bem recebido e sempre ajudado.

Resumindo, o Fedora está muito bom e pronto para uso.

Fedora 11

Fedora 11

Read Full Post »

Faz um tempão que estava procurando uma solução para ativar a saída de som para o headfone no meu notebook Tosiba Satellite A-135. Através de uma dica do colega cvalente no Fórum da Comunidade openSUSE , descobri como fazer:

Segue o procedimento:

– Entre no terminal e se logue como root: su + senha root
– # gedit /etc/modprobe.d/sound

O arquivo original estava desta forma:
options snd slots=snd-hda-intel
# u1Nb.KMMdAxZ4TKA:82801G (ICH7 Family) High Definition Audio Controller
alias snd-card-0 snd-hda-intel

Agora você acrescenta no final a seguinte linha:
options snd-hda-intel  model=lenovo

deixando ele assim:
options snd slots=snd-hda-intel
# u1Nb.KMMdAxZ4TKA:82801G (ICH7 Family) High Definition Audio Controller
alias snd-card-0 snd-hda-intel

options snd-hda-intel  model=lenovo

Salve o arquivo, deve aparecer uma mensagem para remover dois dispositivos de som, aceite e reinicie o sistema de som:
# rcalsasound restart

Agora oa saída de som do seu Toshiba estará funcionando a todo vapor, assim que você inserir o plug do seu headfone, o volume dos auto-falantes vai zerare você poderá curir um som através de seus fones!!!

A dica serve também para o FEDORA, porém o arquivo a ser editado é /etc/modprobe.d/modprobe.conf.dist
O arquivo deve estar em branco, mas você pode fazer a inclusão.
A dica para o Fedora pode ser encontrada aqui: http://danielbruno.eti.br/?p=58

Um abraço!


Deve aparecer uma mensagem para remover dois dispositivos de som, aceite e

Read Full Post »