Feeds:
Posts
Comentários

Oi pessoALL!

Se você instalou o openSUSE 12.2 mas está sem permissão para escrever em sua partição NTFS (Seu windows XP, 7, etc.) essa dica pode te ajudar.

O que se deve fazer é editar o arquivo fstb que fica em /etc/fstab. Como root você pode abrir seu editor de texto preferido, eu uso o Geany. Não esqueça de fazer um backup deste arquivo por via de dúvidas…

No meu caso o conteúdo do fstb estava assim:

/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part5 swap                 swap       defaults              0 0
/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part6 /                    ext4       acl,user_xattr        1 1
/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part7 /home                ext4       acl,user_xattr        1 2
/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part1 /windows             ntfs-3g    user,users,gid=users,fmask=133,dmask=022,locale=pt_BR.UTF-8 0 0
proc                 /proc                proc       defaults              0 0
sysfs                /sys                 sysfs      noauto                0 0
debugfs              /sys/kernel/debug    debugfs    noauto                0 0
usbfs                /proc/bus/usb        usbfs      noauto                0 0
devpts               /dev/pts             devpts     mode=0620,gid=5       0 0

Então altere a linha que corresponde a partição NTFS:
/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part1 /windows             ntfs-3g    user,users,gid=users,fmask=133,dmask=022,locale=pt_BR.UTF-8 0 0

Para:
/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part1 /windows             ntfs-3g    defaults,locale=pt_BR.UTF-8 0 0

Feito isto, salve o arquivo e reinicie o computador. Após reiniciar você já deve poder ler/escrever em sua partição NTFS.

Espero ter ajudado. Fiquem com Deus!

 

Anúncios

Quem já precisou recortar uma imagem no OpenOffice sabe que não é tão simples como no micro$oft office. Por exemplo, se você está usando o Impress (editor de apresentação), é necessário clicar no Menu >> Formato >> recortar imagem e, então, na janela que abrirá, você deve ir clicando ou digitando os valores para que o corte da imagem possa ir sendo feito. Não é coisa de outro mundo, mas para um iniciante no OpenOffice isso pode ser uma dor de cabeça, já que no concorrente é muito simples (não preciso descrever aqui ….)..rs

Para facilitar esta tarefa, existe uma extensão para o OpenOffice que é a CropOOo, que nos permite trabalhar como no concorrente… ela instala uma barra de ferramentas que te permite clicar na imagem e ir selecionando com o mouse a área a ser cortada. Uma vez que selecionou a área basta apertar a tecla ENTER que a imagem é cortada.

Abaixo uma imagem da ferramenta na minha barra de tarefas. Espero ter ajudado. um abraço!

recorte de imagens

Oi pessoALL! tudo bem? estou “meio sumido” devido estar trabalhando em muito projetos e, por isso, acabei tendo pouco tempo para escrever no blog.

Devido alguns problemas de compatibilidade com a suíte de escritório LibreOffice om alguns documento do Micro$oft Office, resolvi experimentar o OpenOffice. Pesquisei um pouco sobre comentários de outras pessoas e resolvi tirar o LibreOffice que é padrão no Linux Mint 13 e instalei o OpenOffice na versão 3.4.1.

A suíte de escritório Apache Openoffice é uma boa opção para uso no lugar da suite office da Microsoft. ela conta com muitos recursos para texto, planilhas, apresentações, desenhos e apossui até um editor de fórmulas matemáticas.

Através do Synaptic (gerenciador de pacotes) a versão disponível é a 3.3.0, mas, como eu gosto muito de ter as versòes mais atuais, eu resolvi baixar direto da página do desenvolvedor: http://www.openoffice.org/download/

Neste link você baixa a versão em português-brasil e abaixo descrevo como proceder para instalar esta versão que é muito simples.

Antes de tudo recomendo que remova o LibreOffice, pois quando tentei instalar o Open junto com o Libre tive alguns problemas e somente o Libre abria. Então com o libre removido….

  1. Reveja os Requisitos de Sistema
  2. Baixe a sua versão favorita de Linux Apache OpenOffice
  3. Comente informações úteis e opções de instalação no Guia de instalação. (este não é um passo obrigatório, pode pular e fazer depois..)
  4. Descompacte a imagem baixada para preparar a instalação.
    O seguinte comando deve funcionar: tar -xvzf "linux package name".tar.gz
    onde “linux nome do pacote” é a parte inicial do arquivo que você acabou de baixar.Isso irá criar um diretório de instalação (pt-BR).
    O nome do diretório de instalação será provavelmente a abreviação do idioma para o conjunto de instalação, por exemplo, en-US.
  5. su para root, se necessário, e navegar para Apache diretório de instalação do OpenOffice (o arquivo descompactado).
    Você provavelmente vai precisar ser root para executar o comando rpm para instalar o software.
  6. cd para os RPMS subdiretório do diretório de instalação.
    Você deverá ver um monte de rpms aqui e um sub-diretório chamado “desktop-integração”.
  7. Instalar esta nova versão, digitando rpm -Uvih *rpm .
    Por padrão, isso irá instalar / atualizar Apache OpenOffice em sua /opt diretório.Alternativamente, você pode usar um pacote de instalação GUI, referência ao diretório de instalação e instalar todos os rpms no nível superior. Isso também pode ajudá-lo na determinação quaisquer problemas de dependência, se existirem.
  8. Instale os recursos de integração de desktop para sua configuração.
    cd para desktop-integration no diretório de instalação,
    e, dependendo do seu gerenciador de pacotes / sistema, instale a interface do desktop apropriado usando RPM.
  9. Finalmente, inicie o Apache OpenOffice 3.4.x para garantir que ele está funcionando.

Com poucos minutos de uso, percebi que o OpenOffice tem um desempenho melhor e abriu as planilhas melo do que o LibreOffice, pelo menos em meu notebook.

OpenOffice 3.4.1

Fica a dica… teste e use por sua conta e faça seu comentário.

Uma abraço!!

Usando o Linux Mint 13 (Maya)

Oi pessoALL!

isso mesmo, estou usando o Linux Mint 13 (codnome: Maya) e vou dar um breve relato aqui.

Não é a primeira vez que uso o Mint. Na verdade já tentei usar umas 2 ou 3 vezes, mas nunca fui feliz. O Sistema sempre ficava uma carroça, o que me deixava irritado logo nos primeiros minutos de uso. Então acontecia o invevitável…remover o Mint.

Assim que saiu a versão 13 do Mint, fui experimentar a versão com o Cinnamon “que é um Ambiente Gráfico, leve, baseado em todo o potencial do Gnome-Shell com a vantagem de ser algo produzido pela e para a comunidade com muito desenvolvimento constante. O objectivo principal da sua criação é trazer algumas das funcionalidades do Gnome 2, consideradas de grande importância pelos utilizadores do Gnome 3”. (http://ubuntued.info).

Estava usando o Mint com Cinnamon porque a versão 13 com KDE ainda não tinha saído. Já deu pra perceber que não sou fã do Gnome 2, 3, Unity, etc…rs. Assim que a versão Linux Mint 13 com KDE foi lancada, não esperei um minuto e já baixei e instalei na máquina. Confesso que um pouco de medo  me deu só de pensar que poderia não rolar legal, mas, para minha surpresa foi uma ótima escolha.

O Linux Mint 13 esá excelente. Rápido, estável e muito fácil de utilzar. Como ele é baseado no Ubuntu, fica muito fácil encontrar dicas e tutoriais pela net para que precisa. Tudo está funcionando muito bem. A única coisa que me deu um pouquinho de trabalho foi configurar o modem 3G ZTE, mas essa dica de configuração você pode ver aqui: https://neofenix.wordpress.com/2012/08/02/configurando-um-modem-usb-zte-no-linux-mint-maya/

Infelizmente as vezes precisamos utilizar o microsoft Office, por questões de incompatibilidade com o LibreOffice (lembre que o Office da M$ não é compatível nem entre eles…rs) e por isso precisei instalar o Wine para rodar o Office (sim, ainda acho ele melhor que o LibreOffice) e tive outra surpresa que foi a facilidade para instalar e configurar o wine e fazer o Office funcionar direitnho.

Se você está em dúvida sobre instalar ou não o Mint 13, minha sugestão é instale e veja o resultado que acredito irá surpreendê-lo. Abaivo um print da minha área de trabalho.

Linux MInt 13

Fiquem com Deus!

KDE 4.9 lançado!

Se você quiser baixa e  usa Kubuntu ou o Linux Mint KDE, utilize o repositório PPA abaixo:

sudo apt-add-repository ppa:kubuntu-ppa/backports -y

sudo apt-get update

sudo apt-get upgrade

Leia as notas de lançamento, já traduzidas para o português -> http://kde.org/announcements/4.9/index-pt_BR.php

Lembre que por ser um PPA, você deve usar por sua conta e risco.

Lançado openSUSE 12.2 RC2

É isso ae pessoALL…. foi lançado hoje a segunda versão Release Candidate do OpenSUSE 12.2. Como sempre é um lançamento super esperado. Vamos baixar e testar?? www.opensuse.org

Oi pessoALL!

aqui vai uma dica rapidinha que encontrei na net sobre como configurar o modem usb ZTE no Linux Mint. Esta dica também pode ser usado no Ubuntu e Kubuntu.

Vamos lá….
– Vá para Aplicativos -> Acessórios -> Terminal e digite o seguinte comando:

$ lsusb (lembre que não precisa digitar o $)

Pressione a tecla Enter … e, neste momento você deve ver algum texto na janela do terminal. Olhe para o 19d2: 0033 que é a entrada do modem ZTE. No meu caso o resultado foi: 19d2:0031, então aonde está escrito 0033 troco por 0031.

Abra o terminal novamente e digite o comando abaixo:

sudo kate / etc/udev/rules.d/ZTEMF637.rules

Clique no botão OK e  será solicitado a sua senha. Insira-a e clique em OK. Quando o editor de texto abrir, cole as seguintes linhas:.

ACTION!=”add”, GOTO=”ZTE_End”
#
SUBSYSTEM==”usb”, SYSFS{idProduct}==”2000″, SYSFS{idVendor}==”19d2″, GOTO=”ZTE_ZeroCD”
#
SUBSYSTEM==”usb”, SYSFS{idProduct}==”0033“, SYSFS{idVendor}==”19d2“, GOTO=”ZTE_Modem”
LABEL=”ZTE_ZeroCD”
RUN+=”/usr/bin/eject /media/cdrom1/”
#
LABEL=”ZTE_Modem”
RUN+=”/sbin/modprobe usbserial vendor=0x19d2 product=0x0033“,
MODE=”660″, GROUP=”dialout”
#
LABEL=”ZTE_End”

Verifique se os números destacados em vermelho são iguais aos números de output pelo comando lsusb! Se não forsubstiua-os pelo valor de saída do seu terminal. No meu caso o número é 0031

Salve e feche o arquivo de texto e, em seguida reinicie a máquina. Depois crie sua conexão usb e o modem deve funcionar.

Um abraço!