Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Programas Linux’ Category

Para deixar o sua área de trabalho com openSUSE ainda mais bonita, que tal instalar o Conky que é um monitor do sistema leve e poderoso que pode mostrar várias informações sobre o seu computador.

O Conky está disponível no repositório Packman. Se você ainda não configurou seus repositórios abra o YAST e selecione Software e depois Gerenciamento de Repositórios. Em seguida selecione Adicionar Repositórios e depois selecione Repositórios da Comunidade. Uma lista de repositórios vai aparecer e, então escolha os que você deseja, principalmente o Packman que contém o Conky e muitos outros programas quase que essenciais.

Depois de atualizada a lista de repositórios, cliue no Yast em Gerencimento de Software. Faça a busca por Conky. Selecione e clique em instalar. O Conky é bem pequeno e instala rapidinho.

Para facilitar a configuração do  Conky vamos instalar o Conky-Mannager que até pouco tempo não existia em nenhum repositório (pelo menos que eu saiba), mas aque agora possui um repositório que facilita muito a nossa vida sem precisar fazer “gambiarra”com pacote .deb. Vamos lá…

Você pode instalar o novo repositório através do 1 Click Install, basta acessar esse link para configurar o repositório e instalar automaticamente: http://software.opensuse.org/download.html?project=home:DarkSS&package=conky-manager

Depois clique no botão com símbolo openSUSE.
imagem1
Na próxima página selecione a versão do openSUSE que está usando:

imagem2
É só esperar um pouquinho que o Conky-Mannager estará instalado em seu computador. Depois de instalado vá no seu Menu Iniciar  >> Utilitários >> Área de trabalho e clique em Conky Mannager.

Uma janela com o gerenciador do Conky vai abrir, basta agora você escolher um tema que mais lhe agrade. No meu caso eu gosto muito do Gotham que eu acho simples e bonito.

imagem3
Agora vamos ajustar a posição que o conky vai aparecer na tela e também configurá-lo para iniciar juntamente com o sistema para não precisarmos fazer toda vez que iniciamos a máquina. Clique em Edit e conforme a imagem posicionei o Conky aonde eu gosto, ou seja, na parte inferior esquerda da tela, mas isso pode variar conforme o gosto de cada um e também com o papel de parede, para ficar bem legal…rs.

imagem4
Agora clique em Options e selecione a caixa de seleção conforme imagem abaixo. Depois é só fechar e curtir sua área de trabalho. Adoro o Conky, pois acho que dá um charme a mais ao meu openSUSE. Veja como ficou:

imagem5
imagem6
Agora é com você. Escolha o seu tema preferido e configure-o a seu gosto. Espero ter ajudado. Um abraço!

Anúncios

Read Full Post »

Acessar seu smartphone via cabo usb utilizando o protoclo MTP às vezes pode ser uma dor de cabeça. Uso o openSUSE e às vezes o aparelho simplesmente é desconectado mesmo estando com o cabo usb plugado, ou seja é uma chatice só. Passei então a procurar um aplicativo no GooglePlay que pudesse me ajudar nesta tarefa. Encontrei o Samsung Kies (meu celular é um Samsung Trios) com um custo muito baixo (quase R$4,00) e também encontrei um outro aplicativo que me chamou a atenção que foi o Air Droid.

Com o Air Droid instalado, basta eu me conectar na mesma rede wifi que meu smartphone estiver conectado e autorizar a conexão no meu celuar, ou seja, quando inicio o Air Droid ele acessa a rede wifi e me informa um endereço na rede ex: 192.168.1.20:888, então, basta acessar este endereço no meu navegador preferido em meu notebook. Ao acessar este endereço aparece no celular a mensagem de uma conexão que está sendo feita e a pergunta se eu autorizo. Depois de autorizar, consigo acessar todas as funções do meu celular via navegador.

Depois de estabelecida a conexão, eu consigo acessar a lista de contatos, fotos, arquivos, ver e gravar vídeos, músicas, transferir arquivos, efetuar ligações, instalar e remover aplicativos, enviar e gerenciar mensagens SMS e o melhor de tudo sem o maldito cabo USB.

Veja uma imagem da tela:

android

Você pode configurar o nível de segurança do aplicativo, por exemplo, você pode escolher se deve ser dada permissão ou se a conexão entre computador e smartphone pode acontecer sem que haja essa necessidade. Claro que recomendo que seja necessário autorizar o acesso. Já pensou qualquer pessoa poder acessar seu smartphone ??

Resumindo… achei muito interessante e funcional este aplicativo. Remendo com louvores.

Se estiver interessado em baixar ou saber mais sobre o aplicativo acesse esta página:
https://play.google.com/store/apps/details?id=com.sand.airdroid&hl=pt_BR

Read Full Post »

Minha área de trabalho..acho que ficou legal…
Tipo assim: openSUSE 12.3, KDE 4.10.5, Conky, (monitor do sist.), Yawp (widget para o clima), Cupertino glowglass e Neon Fruit (decoração de janelas e área de trabalho)., papel de pared (achei na net…)

print-desktop

Read Full Post »

Estava usando em meu notebook, um Toshiba com 2,5GB, duo core, 1,73mHz o openSUSE 12.2 com KDE 4.10 que estava excelente em minha máquina. Assim que foi lançado o openSUSE 12.3 imediatamente baixei o .iso do DVD e instalei.

A instalação foi super tranquila como sempre, mas fiquei mesmo impressionado foi com o resultado final do sistema. Fiz a instalação da versão 12.3 preservando a partição /home. Ao concluir a instalação, fui apresentado à mais belas das distribuições (na minha opinião). Um sistema impecável no visual e no desemprenho.

Até agora não tenho d que reclamar , pois tudo está funcionando perfeitamente. Como não formatei a partição /home, todas as minhas configurações foram recuperadas sem nenhuma surpresa, até mesmo o Microsoft Office 2007 (apresar de também utilizar o OpenOffice, ainda acho o MS o melhor pacote Office) que rodo via wine estava funcionando numa boa.

Outra ótima surpresa foi com o gerenciamento de pacotes via Yast e Apper. Na versão anterior a atualização de do banco de dados de pacotes e atualizações  demorava quase 5 min para ser efetuada, agora na versão openSUSE 12.3 isto é feito em poucos segundos. A velocidade para que o Yast/ Apper baixe os pacotes também melhorou absurdamente.

Até agora não tive nenhum travamento do sistema ou de algum programa. Está tudo rodando muito bem. A temperautra do notebook está super baixa, mas a velocidade está alta! O KDE para o openSUSE cai como uma luva. É a melhor integração disto/KDE que já vi.

Segue a lista de alguns programas que estão instalados e funcionando 1000%: googleearth, skype, clementine, flash, k3b, acetoneiso. qbttorrent, filezilla, geany, lucky backup, chromium, firefox, vlc, amule, inkscape, gimp, microsoft office 2007 (wine), Ares (wine), partitionmannager, devede, daftsight (similar ao autocad).LOGOConfort (software de automação do clp LOGO! da Siemens – versào Linux!!!)  e outros.

Se você busca por uma distribuicão Linux, bonita, estável com ótima integração com o KDE 4.10, com milhares de pacotes, com uma comunidade ativa, fica a dica: openSUSE 12.3.

Abaixo a imagem da minha área de trabalho.opensuse_12.3

opensuse_12.3

opensuse_12.3

 

Read Full Post »

Oi pessoALL!

Se você instalou o openSUSE 12.2 mas está sem permissão para escrever em sua partição NTFS (Seu windows XP, 7, etc.) essa dica pode te ajudar.

O que se deve fazer é editar o arquivo fstb que fica em /etc/fstab. Como root você pode abrir seu editor de texto preferido, eu uso o Geany. Não esqueça de fazer um backup deste arquivo por via de dúvidas…

No meu caso o conteúdo do fstb estava assim:

/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part5 swap                 swap       defaults              0 0
/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part6 /                    ext4       acl,user_xattr        1 1
/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part7 /home                ext4       acl,user_xattr        1 2
/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part1 /windows             ntfs-3g    user,users,gid=users,fmask=133,dmask=022,locale=pt_BR.UTF-8 0 0
proc                 /proc                proc       defaults              0 0
sysfs                /sys                 sysfs      noauto                0 0
debugfs              /sys/kernel/debug    debugfs    noauto                0 0
usbfs                /proc/bus/usb        usbfs      noauto                0 0
devpts               /dev/pts             devpts     mode=0620,gid=5       0 0

Então altere a linha que corresponde a partição NTFS:
/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part1 /windows             ntfs-3g    user,users,gid=users,fmask=133,dmask=022,locale=pt_BR.UTF-8 0 0

Para:
/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part1 /windows             ntfs-3g    defaults,locale=pt_BR.UTF-8 0 0

Feito isto, salve o arquivo e reinicie o computador. Após reiniciar você já deve poder ler/escrever em sua partição NTFS.

Espero ter ajudado. Fiquem com Deus!

 

Read Full Post »

Quem já precisou recortar uma imagem no OpenOffice sabe que não é tão simples como no micro$oft office. Por exemplo, se você está usando o Impress (editor de apresentação), é necessário clicar no Menu >> Formato >> recortar imagem e, então, na janela que abrirá, você deve ir clicando ou digitando os valores para que o corte da imagem possa ir sendo feito. Não é coisa de outro mundo, mas para um iniciante no OpenOffice isso pode ser uma dor de cabeça, já que no concorrente é muito simples (não preciso descrever aqui ….)..rs

Para facilitar esta tarefa, existe uma extensão para o OpenOffice que é a CropOOo, que nos permite trabalhar como no concorrente… ela instala uma barra de ferramentas que te permite clicar na imagem e ir selecionando com o mouse a área a ser cortada. Uma vez que selecionou a área basta apertar a tecla ENTER que a imagem é cortada.

Abaixo uma imagem da ferramenta na minha barra de tarefas. Espero ter ajudado. um abraço!

recorte de imagens

Read Full Post »

Oi pessoALL! tudo bem? estou “meio sumido” devido estar trabalhando em muito projetos e, por isso, acabei tendo pouco tempo para escrever no blog.

Devido alguns problemas de compatibilidade com a suíte de escritório LibreOffice om alguns documento do Micro$oft Office, resolvi experimentar o OpenOffice. Pesquisei um pouco sobre comentários de outras pessoas e resolvi tirar o LibreOffice que é padrão no Linux Mint 13 e instalei o OpenOffice na versão 3.4.1.

A suíte de escritório Apache Openoffice é uma boa opção para uso no lugar da suite office da Microsoft. ela conta com muitos recursos para texto, planilhas, apresentações, desenhos e apossui até um editor de fórmulas matemáticas.

Através do Synaptic (gerenciador de pacotes) a versão disponível é a 3.3.0, mas, como eu gosto muito de ter as versòes mais atuais, eu resolvi baixar direto da página do desenvolvedor: http://www.openoffice.org/download/

Neste link você baixa a versão em português-brasil e abaixo descrevo como proceder para instalar esta versão que é muito simples.

Antes de tudo recomendo que remova o LibreOffice, pois quando tentei instalar o Open junto com o Libre tive alguns problemas e somente o Libre abria. Então com o libre removido….

  1. Reveja os Requisitos de Sistema
  2. Baixe a sua versão favorita de Linux Apache OpenOffice
  3. Comente informações úteis e opções de instalação no Guia de instalação. (este não é um passo obrigatório, pode pular e fazer depois..)
  4. Descompacte a imagem baixada para preparar a instalação.
    O seguinte comando deve funcionar: tar -xvzf "linux package name".tar.gz
    onde “linux nome do pacote” é a parte inicial do arquivo que você acabou de baixar.Isso irá criar um diretório de instalação (pt-BR).
    O nome do diretório de instalação será provavelmente a abreviação do idioma para o conjunto de instalação, por exemplo, en-US.
  5. su para root, se necessário, e navegar para Apache diretório de instalação do OpenOffice (o arquivo descompactado).
    Você provavelmente vai precisar ser root para executar o comando rpm para instalar o software.
  6. cd para os RPMS subdiretório do diretório de instalação.
    Você deverá ver um monte de rpms aqui e um sub-diretório chamado “desktop-integração”.
  7. Instalar esta nova versão, digitando rpm -Uvih *rpm .
    Por padrão, isso irá instalar / atualizar Apache OpenOffice em sua /opt diretório.Alternativamente, você pode usar um pacote de instalação GUI, referência ao diretório de instalação e instalar todos os rpms no nível superior. Isso também pode ajudá-lo na determinação quaisquer problemas de dependência, se existirem.
  8. Instale os recursos de integração de desktop para sua configuração.
    cd para desktop-integration no diretório de instalação,
    e, dependendo do seu gerenciador de pacotes / sistema, instale a interface do desktop apropriado usando RPM.
  9. Finalmente, inicie o Apache OpenOffice 3.4.x para garantir que ele está funcionando.

Com poucos minutos de uso, percebi que o OpenOffice tem um desempenho melhor e abriu as planilhas melo do que o LibreOffice, pelo menos em meu notebook.

OpenOffice 3.4.1

Fica a dica… teste e use por sua conta e faça seu comentário.

Uma abraço!!

Read Full Post »

Older Posts »