Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Linux’ Category

Aqui vai uma dica legal pra você que instalou por exemplo, um software pelo PlayOnLinux, mas que então percebeu que não foi criado um atalho no Menu de aplicativos.

Calma…é bem simples resolver essa questão…

1- Clique com o botão direito em cima do ícone do Menu de aplicativos e selecione Editar Aplicativos.
2- Na janela que abrirá escolha o submenu desejado, neste caso, por exemplo vamos criar as entradas para o Microsoft Office no Submenu Suíte de Escritório.
3- Clique em novo Submenu na barra superior e escreva Microsoft Office
4- Clique em Novo item na barra superior

O PlayonLinux costuma criar atalhos na Área de Trabalho, então..

5- Clique com o botão direito do mouse em cima do atalho, no caso foi o Excel e, depois em Propriedade
6- Na janela que abriu, copie o conteúdo que está na caixa comando
imagem17- Volte no editor do Menu de Aplicativos e cole o que você copiou na caixa de Comando
imagem28- Na Caixa nome digite o nome do Aplicativo.
9- Para deixar o menu bacana, você inserir ícones, que por padrão o PlauonLinux utiliza a pasta ful_size, qua fica oculta na pasta do usuário. Você localizá-la asim: /home/SEU USUÁRIO/.PlayOnLinux/icones/full_size/
10- Eu costumo utilizar esta pasta para guardar os ícones dos aplicativos que eu for utilizar através de ma instalação feita com o PlayOnLinux.

Um abraço

Anúncios

Read Full Post »

Acessar seu smartphone via cabo usb utilizando o protoclo MTP às vezes pode ser uma dor de cabeça. Uso o openSUSE e às vezes o aparelho simplesmente é desconectado mesmo estando com o cabo usb plugado, ou seja é uma chatice só. Passei então a procurar um aplicativo no GooglePlay que pudesse me ajudar nesta tarefa. Encontrei o Samsung Kies (meu celular é um Samsung Trios) com um custo muito baixo (quase R$4,00) e também encontrei um outro aplicativo que me chamou a atenção que foi o Air Droid.

Com o Air Droid instalado, basta eu me conectar na mesma rede wifi que meu smartphone estiver conectado e autorizar a conexão no meu celuar, ou seja, quando inicio o Air Droid ele acessa a rede wifi e me informa um endereço na rede ex: 192.168.1.20:888, então, basta acessar este endereço no meu navegador preferido em meu notebook. Ao acessar este endereço aparece no celular a mensagem de uma conexão que está sendo feita e a pergunta se eu autorizo. Depois de autorizar, consigo acessar todas as funções do meu celular via navegador.

Depois de estabelecida a conexão, eu consigo acessar a lista de contatos, fotos, arquivos, ver e gravar vídeos, músicas, transferir arquivos, efetuar ligações, instalar e remover aplicativos, enviar e gerenciar mensagens SMS e o melhor de tudo sem o maldito cabo USB.

Veja uma imagem da tela:

android

Você pode configurar o nível de segurança do aplicativo, por exemplo, você pode escolher se deve ser dada permissão ou se a conexão entre computador e smartphone pode acontecer sem que haja essa necessidade. Claro que recomendo que seja necessário autorizar o acesso. Já pensou qualquer pessoa poder acessar seu smartphone ??

Resumindo… achei muito interessante e funcional este aplicativo. Remendo com louvores.

Se estiver interessado em baixar ou saber mais sobre o aplicativo acesse esta página:
https://play.google.com/store/apps/details?id=com.sand.airdroid&hl=pt_BR

Read Full Post »

Minha área de trabalho..acho que ficou legal…
Tipo assim: openSUSE 12.3, KDE 4.10.5, Conky, (monitor do sist.), Yawp (widget para o clima), Cupertino glowglass e Neon Fruit (decoração de janelas e área de trabalho)., papel de pared (achei na net…)

print-desktop

Read Full Post »

Aqui vai um comando muito interessante que encontrei no Fórum do blog Ubuntued para facilitar na limpeza de kernels antigos. Estre procedimento limpade forma automática os kernels antigos deixando apenas o atual. Não esqueça de ter a certeza de que o kernel atual está funcionando bem em sua máquia. Faça por sua conta e risco, mas comigo funcionou numa boa… Basta copiar o comando abaixo e colar no seu terminal:

dpkg -l ‘linux-*’ | sed ‘/^ii/!d;/'”$(uname -r | sed “s/\(.*\)-\([^0-9]\+\)/\1/”)”‘/d;s/^[^ ]* [^ ]* \([^ ]*\).*/\1/;/[0-9]/!d’ | xargs sudo apt-get -y purge

 

 

 

Read Full Post »

Estava usando em meu notebook, um Toshiba com 2,5GB, duo core, 1,73mHz o openSUSE 12.2 com KDE 4.10 que estava excelente em minha máquina. Assim que foi lançado o openSUSE 12.3 imediatamente baixei o .iso do DVD e instalei.

A instalação foi super tranquila como sempre, mas fiquei mesmo impressionado foi com o resultado final do sistema. Fiz a instalação da versão 12.3 preservando a partição /home. Ao concluir a instalação, fui apresentado à mais belas das distribuições (na minha opinião). Um sistema impecável no visual e no desemprenho.

Até agora não tenho d que reclamar , pois tudo está funcionando perfeitamente. Como não formatei a partição /home, todas as minhas configurações foram recuperadas sem nenhuma surpresa, até mesmo o Microsoft Office 2007 (apresar de também utilizar o OpenOffice, ainda acho o MS o melhor pacote Office) que rodo via wine estava funcionando numa boa.

Outra ótima surpresa foi com o gerenciamento de pacotes via Yast e Apper. Na versão anterior a atualização de do banco de dados de pacotes e atualizações  demorava quase 5 min para ser efetuada, agora na versão openSUSE 12.3 isto é feito em poucos segundos. A velocidade para que o Yast/ Apper baixe os pacotes também melhorou absurdamente.

Até agora não tive nenhum travamento do sistema ou de algum programa. Está tudo rodando muito bem. A temperautra do notebook está super baixa, mas a velocidade está alta! O KDE para o openSUSE cai como uma luva. É a melhor integração disto/KDE que já vi.

Segue a lista de alguns programas que estão instalados e funcionando 1000%: googleearth, skype, clementine, flash, k3b, acetoneiso. qbttorrent, filezilla, geany, lucky backup, chromium, firefox, vlc, amule, inkscape, gimp, microsoft office 2007 (wine), Ares (wine), partitionmannager, devede, daftsight (similar ao autocad).LOGOConfort (software de automação do clp LOGO! da Siemens – versào Linux!!!)  e outros.

Se você busca por uma distribuicão Linux, bonita, estável com ótima integração com o KDE 4.10, com milhares de pacotes, com uma comunidade ativa, fica a dica: openSUSE 12.3.

Abaixo a imagem da minha área de trabalho.opensuse_12.3

opensuse_12.3

opensuse_12.3

 

Read Full Post »

Oi pessoALL!

Se você instalou o openSUSE 12.2 mas está sem permissão para escrever em sua partição NTFS (Seu windows XP, 7, etc.) essa dica pode te ajudar.

O que se deve fazer é editar o arquivo fstb que fica em /etc/fstab. Como root você pode abrir seu editor de texto preferido, eu uso o Geany. Não esqueça de fazer um backup deste arquivo por via de dúvidas…

No meu caso o conteúdo do fstb estava assim:

/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part5 swap                 swap       defaults              0 0
/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part6 /                    ext4       acl,user_xattr        1 1
/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part7 /home                ext4       acl,user_xattr        1 2
/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part1 /windows             ntfs-3g    user,users,gid=users,fmask=133,dmask=022,locale=pt_BR.UTF-8 0 0
proc                 /proc                proc       defaults              0 0
sysfs                /sys                 sysfs      noauto                0 0
debugfs              /sys/kernel/debug    debugfs    noauto                0 0
usbfs                /proc/bus/usb        usbfs      noauto                0 0
devpts               /dev/pts             devpts     mode=0620,gid=5       0 0

Então altere a linha que corresponde a partição NTFS:
/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part1 /windows             ntfs-3g    user,users,gid=users,fmask=133,dmask=022,locale=pt_BR.UTF-8 0 0

Para:
/dev/disk/by-id/ata-Hitachi_HTS541612J9SA00_SB2D04E4C2VTBE-part1 /windows             ntfs-3g    defaults,locale=pt_BR.UTF-8 0 0

Feito isto, salve o arquivo e reinicie o computador. Após reiniciar você já deve poder ler/escrever em sua partição NTFS.

Espero ter ajudado. Fiquem com Deus!

 

Read Full Post »

Quem já precisou recortar uma imagem no OpenOffice sabe que não é tão simples como no micro$oft office. Por exemplo, se você está usando o Impress (editor de apresentação), é necessário clicar no Menu >> Formato >> recortar imagem e, então, na janela que abrirá, você deve ir clicando ou digitando os valores para que o corte da imagem possa ir sendo feito. Não é coisa de outro mundo, mas para um iniciante no OpenOffice isso pode ser uma dor de cabeça, já que no concorrente é muito simples (não preciso descrever aqui ….)..rs

Para facilitar esta tarefa, existe uma extensão para o OpenOffice que é a CropOOo, que nos permite trabalhar como no concorrente… ela instala uma barra de ferramentas que te permite clicar na imagem e ir selecionando com o mouse a área a ser cortada. Uma vez que selecionou a área basta apertar a tecla ENTER que a imagem é cortada.

Abaixo uma imagem da ferramenta na minha barra de tarefas. Espero ter ajudado. um abraço!

recorte de imagens

Read Full Post »

Older Posts »